Com atuação consistente, Fortaleza tem 100% de aproveitamento na série B

O Fortaleza segue com 100% de aproveitamento na Série B do Campeonato Brasileiro. Em mais uma atuação consciente e que demonstrou superioridade sobre o adversário, o Tricolor venceu o Boa Esporte ontem, por 2 a 0, no Estádio Municipal de Varginha, e obteve seu segundo triunfo em duas rodadas.

O resultado coroa a evolução da equipe do técnico Rogério Ceni. Depois que passou a atuar no esquema 4-3-3, abrindo mão dos três zagueiros e três volantes, o treinador viu sua equipe muito mais fluida e dinâmica em campo.

Hoje, o Fortaleza de Rogério Ceni é um time que já mostra clara evolução, não ficando dependente apenas dos gols marcados por Gustavo.

Essa foi a primeira vez que o Tricolor atuou fora do Estado em 2018, mas parecia que jogava em casa. Durante os 90 minutos, o Fortaleza foi superior ao Boa, esteve muito mais consciente e o resultado traduziu o que foi a peleja.

A primeira boa chance do Leão do Pici ocorreu logo aos 7 minutos, em ótima jogada de Edinho pela direita. Ele cruzou na medida para Gustavo, que recebeu livre na área mas mandou por cima.

A jogada foi o prenúncio do que seria o primeiro tempo: o Tricolor com maior posse de bola (61%), mais troca de passes (184 passes certos, contra 88 do Boa) e finalizações (5 contra 3 do rival).

Porém, apesar do maior volume, faltava ao Fortaleza a criação de oportunidades mais contundentes e afinar a pontaria. Ajustando isso, a vitória viria como consequência. Foi o que ocorreu na segunda etapa.

Em cabeçada de Jean Patrick, a bola bateu no braço de Christiano e o árbitro marcou pênalti, que Bruno Melo cobrou e abriu o placar.

O time da casa teve a chance do empate aos 26 minutos, em pênalti que não ocorreu, mas a arbitragem marcou, só que Alyson cobrou por cima do gol e desperdiçou.

O lance foi uma ducha de água fria para o Boa, que levou o golpe final aos 35 minutos.
Edinho, que já havia sido o destaque na vitória por 2 a 1 sobre o Guarani e novamente era a melhor peça ofensiva do Tricolor, marcou seu primeiro gol no campeonato e selou o placar final.

O resultado premiou a equipe que teve mais posse de bola (54% x 46%), trocou mais passes (317 contra 214 do time da casa) e teve mais eficiência nas finalizações.

Agora, o Fortaleza volta as atenções para o CRB, adversário da próxima terça-feira, 24, às 21h30min, no Castelão.

FICHA TÉCNICA

SÉRIE B 0 X 2

Boa Esporte

4-5-1: Fabrício; Caíque, Gustavo, Arthur e Christianno; William Schuster (Genesis), Amaral, Machado (Douglas Baggio), Jhon Cley e Alyson; William Barbio (Yogor Catatau)
Técnico: Sidney Moraes

Fortaleza

4-3-3: Matheus Inácio; Tinga, Diego Jussani, Adalberto (Ligger) e Bruno Melo; Derley, Jean Patrick e Dodô; Edinho (Leonan), Osvaldo (Léo Natel) e Gustavo
Técnico: Rogério Ceni

GOLS

11min/2T - Bruno Melo cobra pênalti no canto direito do goleiro, rasteiro e com força, abrindo o placar.
35min/2T -Após escanteio, Edinho fica com a sobra, invade a área e chuta cruzado de perna direita para marcar.

Local: Estádio Municipal de Varginha, em Varginha-BH

Data: 17/4/2018

Árbitro: Roger Goulart (RS)

Assistentes: Jorge Eduardo Bernardi (RS) e Mauricio Coelho Silva Penna (RS)

Cartões Amarelos: Gustavo Geladeira (BOA), Caíque (BOA), Bruno Melo (FOR),
Matheus Inácio (FOR) e Tinga (FOR)

Público e Renda: Não divulgados até o fechamento desta edição.
Fonte: O Povo Online
Rogilson Brandão

Rogilson Brandão

Nenhum comentário:

Tecnologia do Blogger.