Hoje sexta-feira 18 de Maio é Dia dos Vidraceiros

Sabe-se que a descoberta do vidro não tem época determinante e existem muitas opiniões contraditórias. 
No entanto, é de acordo comum que o vidro tem sua história desde a Antiguidade.

Sabe-se que objetos de vidro foram encontrados nas necrópoles egípcias, contudo há a conclusão que o vidro já era conhecido ainda 3.000 anos antes de Cristo.
Considera-se a cultura egípcia como o povo que cultivou a arte da vidraria, levando-a para uma posição de luxo.

A indústria do vidro, no entanto, foi espalhada pelos Romanos – que aproveitaram o aprendizado do Egito (já que mantinham relações com a nação) – fazendo que diversos processos, como a lapidagem e pintura aparecessem na história das nações que os Romanos conquistavam.

Pode-se dizer que o vidro, composto por características como a transparência e dureza, possui vantagens e desvantagens de uso. Como vantagens, tem-se sua ótima impermeabilidade e versatilidade, enquanto que sua dificuldade de manipulação é considerada um ponto negativo.

A fabricação do vidro, feita através dos profissionais vidraceiros, é realizada através de um forno, exigindo cuidado, delicadeza, habilidade, paciência e criatividade.
Dia dos Vidraceiros é comemorado no dia 18 de maio.


Profissão de vidraceiro
Um vidraceiro, portanto, é o profissional que trabalha com a instalação, conserto ou substituição de vidros em ambientes tanto comerciais, industriais e residenciais. Há também o trabalho em automóveis.

Pode-se apontar como principais atribuições de um vidraceiro:
· Realizar serviços de corte, trituração, polimento e perfuração de vidros,
· Manuseio de lâminas de vidro,
· Realizar a aplicação de adesivos, selantes e massa para vedação.

E claro, o vidraceiro deve executar orçamentos e faturas e outras atividades administrativas.

Embora o salário não seja atrativo, ser vidraceiro é considerado uma arte – graças ao processo de fabricação. Para ser um vidraceiro não há necessidade de um curso superior. Contudo, o primeiro grau completo e seis meses de experiência (com carteira assinada) sejam requisitos para trabalhar com vidro.

Mesmo com os diferentes ambientes em que o vidraceiro pode estar trabalhando, todos trazem diversos riscos para o profissional, desde lesões, quedas, cortes, escorregões, lacerações a exposição a solventes, por exemplo.
Como medidas preventivas, o vidraceiro pode seguir procedimentos de trabalho e técnicas seguras, além de certificar-se se as ferramentas e equipamentos estão em boas condições de uso.
Rogilson Brandão

Rogilson Brandão

Nenhum comentário:

Tecnologia do Blogger.