Com definições, maioria da bancada federal do Ceará é contra a reforma da Previdência; veja placar

Um dia após a apresentação da reforma, Idilvan Alencar (PDT), Célio Studart (PV), Robério Monteiro (PDT) e Leônidas Cristino (PDT) disseram ser contrários à proposta

Na bancada cearense na Câmara dos Deputados, o placar da reforma da Previdência teve modificações um dia após a apresentação da proposta. Se na última quarta-feira (20), metade da bancada estava indecisa, ontem, quatro parlamentares expuseram posicionamento contrário ao texto do Governo Bolsonaro e, agora, esta parcela é maioria.

Dos 22 deputados do Ceará, 13 afirmam ser contra a reforma proposta, oito estão indecisos, um se posiciona a favor e um ainda não se posicionou.

Indecisos na última quarta, os deputados Idilvan Alencar (PDT), Célio Studart (PV), Robério Monteiro (PDT) e Leônidas Cristino (PDT) informaram, nesta quinta (21), que têm posicionamento contrário ao texto governista.

> Governo Bolsonaro inicia articulação política para aprovar reforma da Previdência

Somam-se a eles como contrários à reforma da Previdência os deputados AJ Albuquerque (PP), André Figueiredo (PDT), Eduardo Bismarck (PDT), Denis Bezerra (PSB), Domingos Neto (PSD), José Airton (PT), Luizianne Lins (PT), José Guimarães (PT) e Mauro Filho (PT).

Até agora, seguem sem posicionamento definido Dr. Jaziel (PR), Moses Rodrigues (MDB), Vaidon Oliveira (Pros), Pedro Bezerra (PTB), Capitão Wagner (Pros), Roberto Pessoa (PSDB) e Júnior Mano (Patri).

Heitor Freire, do partido do presidente Bolsonaro, é, até o momento, o único declaradamente favorável à proposta. O deputado Genecias Noronha (SD) não se posicionou. Ao longo da tramitação do texto, o placar da reforma é atualizado no site do Diário do Nordeste.

Confira o placar:
Fonte: diariodonordeste
Rogilson Brandão

Rogilson Brandão

Nenhum comentário:

Tecnologia do Blogger.