Horizonte 1 x 0 Fortaleza, campeonato cearense – Melhores momentos em (27/02/2019)

Com o resultado, o Fortaleza permanece com sete pontos. Porém, viu sua situação se complicar, já que corre riscos de deixar o G-4 ao fim da 5ª rodada.

O Fortaleza pressionou e criou muitas oportunidades durante o jogo inteiro, mas abusou dos gols perdidos e viu o maior clichê do futebol ser posto a prova. "Quem não faz, leva". Foi assim que, na noite desta quarta-feira, 27, o Tricolor foi derrotado por 1 a 0 pelo Horizonte, no estádio Domingão, em partida válida pela 5ª rodada do Campeonato Cearense, e acumulou o quarto jogo seguido sem vitória na temporada.

O Fortaleza até marcou um gol, aos 24 minutos do segundo tempo mas a arbitragem anulou erradamente, ao marcar impedimento de Ederson, que estava em condição legal.

Com o resultado, o Fortaleza permanece com sete pontos, mas perdeu uma posição, já que caiu para 4º, e viu sua situação se complicar, pois corre riscos de deixar o G-4 ao fim da 5ª rodada. Isso acontecerá caso o Floresta vença o Barbalha, nesta quinta-feira, 28.


A situação é ainda mais dramática por ter somente dois jogos pela frente, sendo um deles o Clássico-Rei, contra o Ceará, no dia 10 de março. Na última rodada, o Leão do Pici encara o Floresta.

O JOGO
O primeiro tempo foi de pouca inspiração. O Tricolor, modificado, teve dificuldades de criação. O meio de campo com Gabriel Dias, Romero e Marlon ficou muito truncado e pouco articulador. Somando isso ao desempenho abaixo do esperado de Romarinho e Edinho, o time não conseguiu furar a defesa horizontina.

O Fortaleza tomou as iniciativas da partida e criou as melhores oportunidades de gol, que foram poucas na etapa inicial. A principal, porém, saiu dos pés de Edinho, que aos 41 minutos perdeu a grande chance de marcar. Júnior Santos finalizou e o rebote sobrou para o camisa 7, sozinho, na marca do pênalti, mas o zagueiro Bruno Lopes tirou quase em cima da linha.

Na etapa final, Rogério Ceni voltou com Dodô no lugar de Santiago Romero. No primeiro jogo que fez atuando em sua posição de origem, o volante uruguaio esteve apático. O camisa 10, por outro lado, deu uma nova dinâmica ofensiva, organizando a criação de jogadas pelo meio de campo. Prova disso é que o Fortaleza do 2º tempo foi bem mais ofensivo.

Foram várias oportunidades criadas. Patrick, Edinho, Romarinho, Ederson, Dodô e Tinga foram alguns dos atletas que desperdiçaram. E o castigo veio no fim.
Aos 44 minutos, Robert puxou contra-ataque em velocidade pela direita de ataque e cruzou para Piska só empurrar pro gol e decretar a vitória do Galo do Tabuleiro, que chegou aos seis pontos e agora sonha com classificação às semifinais.
Fonte: www.opovo.com.br
Rogilson Brandão

Rogilson Brandão

Nenhum comentário:

Tecnologia do Blogger.