Prefeito de Nova Olinda é afastado por suposta irregularidade na compra de combustível

Por 9 votos a 2, Câmara Municipal decide afastamento

prefeito de Nova Olinda foi afastado por 120 dias por suposta irregularidade na compra de combustível, na noite desta quinta-feira (14). Por 9 votos favoráveis e 2 contrários, a Câmara Municipal decidiu o afastamento do Prefeito Afonso Sampaio (PSD).

O Prefeito será investigado por compra excessiva de combustível nos anos de 2017 e 2018. Segundo os parlamentares foram gastos milhões com o abastecimento da frota dos veículos da Prefeitura. 

A sessão na Câmara começou às 19h e terminou perto das 21h. Houve tumulto durante a votação e no fim da sessão. O vice-prefeito Italo Alencar deve assumir a Prefeitura nesta sexta-feira a partir das 17h. 
Fonte: diariodonordeste.verdesmares.com.br
Rogilson Brandão

Rogilson Brandão

Nenhum comentário:

Tecnologia do Blogger.