Com Bueno inspirado, Ceará goleia Ferroviário e se classifica na liderança

Vovô atropelou o Ferrão no estádio Presidente Vargas. Sem dar chances para o Tubarão, o Alvinegro venceu por 6 a 2
Líder e invicto. O Ceará carimbou a classificação na ponta da tabela do Campeonato Cearense ao bater o Ferroviário com placar elástico, nesta quarta-feira, 20, na última rodada do estadual. Com o triunfo por 6 a 2 no estádio Presidente Vargas (PV), o Vovô somou 15 pontos, avançou em 1º e terá a vantagem de atuar por dois resultados equivalentes no mata-mata.

A vitória no PV marca a volta por cima de três jogadores que vinham sendo criticados pela torcida. Ricardo Bueno, Vitor Feijão e João Paulo protagonizaram seis gols na partida. Destaque maior para o centroavante, que balançou as redes duas vezes e chegou a cinco gols na temporada, dividindo a artilharia com Chico. Além disso, o camisa 99 deu as assistências para outros dois gols e sofreu o pênalti que resultou em mais um.

O início da partida, com sucessivos erros, não indicava a chuva de gols. O Ferroviário precisava da vitória a qualquer custo para se classificar para o mata-mata. A motivação do Ceará era manter a liderança para assegurar a vantagem na semi e, caso avance, na final.

Com o rival necessitando do resultado, o escrete comandado por Lisca se aproveitou das brechas do sistema defensivo coral. No primeiro gol, a parceria de uma dupla improvável funcionou perfeitamente. Vitor Feijão deu o passe para João Paulo, que avançou e colocou no fundo das redes.

Na sequência, Ricardo Bueno começou o desempenho que lhe coloca com credenciais para ser titular do time diante do péssimo momento de Roger. O centroavante mostrou oportunismo quando a bola sobrou na marca do pênalti, após falta cobrada por Carleto, e ampliou.

Com dois gols à frente no placar, o Ceará dominava o Ferroviário e poderia ter matado a partida ainda no 1º tempo. Leanderson diminuiu para o Tubarão após bola aérea, jogada que atormentando a zaga do Vovô neste início de temporada.
Para o 2º tempo, Ricardo Bueno voltou ainda mais arrasador. Com um minuto de bola rolando, o atacante deu assistência para Vitor Feijão deixar o dele. Na sequência, o Ferrão descontou e parecia ensaiar uma reação. Entretanto, o camisa 99 tratou de esfriar.

Bueno, pelo alto, colocou o Ceará com dois à frente do Coral. O centroavante não parou por aí. Em jogada individual, o atacante buscou o drible dentro da área e foi derrubado. O árbitro assinalou o pênalti, que acabou convertido pelo zagueiro Tiago Alves, voltando a jogar uma partida profissional após três meses afastado por lesão.

Para fechar a atuação de ouro, Bueno ainda cruzou uma bola para William Oliveira, que saiu no banco para entrar na vaga de Feijão, fazer de voleio e dar números finais ao duelo.
Rogilson Brandão

Rogilson Brandão

Nenhum comentário:

Tecnologia do Blogger.