Deputados cobram atenção a estradas afetadas pelas chuvas no CE


Atentos aos prejuízos provocados pela quadra chuvosa nas estradas, parlamentares da Assembleia Legislativa pedem ações corretivas em trechos críticos que interferem na rotina e no comércio de muitas cidades

Se as chuvas levam recarga aos açudes do Interior e ânimo aos moradores, também fragilizam a malha viária e danificam estradas fundamentais para a rotina e o comércio de muitas cidades. Preocupados com a situação, deputados estaduais devolvem ao Governo do Estado cobranças recebidas de prefeitos e lideranças locais.

Os prejuízos das águas de março são percebidos em estradas federais, estaduais e até municipais. Nas duas primeiras categorias, que já eram precárias em muitos trechos do Ceará, o quadro piorou. Segundo levantamento do Sistema Verdes Mares, feito no dia 26 de março, mais de 30 trechos estavam danificados, alguns sem qualquer condição de trafegabilidade. Pela CE-163, por exemplo, a Praia de Mundaú, em Trairi, ficou inacessível.

Os buracos no asfalto têm chegado aos gabinetes do Legislativo. O deputado estadual Danniel Oliveira (MDB) ressaltou que as chuvas são bem-vindas, quando levam riqueza ao Interior, mas também causam transtornos. “Municípios é que têm muitos problemas. Tem município que recebeu uma carga de chuva maior que a esperada”, destacou.

Com influência eleitoral no Centro-Sul do Estado, Oliveira disse que já levou a preocupação ao Governo do Estado. “Conversei com Élcio (Batista, chefe da Casa Civil). Todas serão recuperadas assim que possível, em relação ao pós-chuva”, disse o deputado. “Não adianta botar asfalto. Se chover de novo pode levar”, completou.

Marcos Sobreira (PDT), que atua com maior ênfase na região do Iguatu, afirma ter conversado com o governador Camilo Santana (PT) sobre o assunto. Segundo ele, uma força-tarefa do Departamento Estadual de Rodovias (DER) já teria sido iniciada para acelerar reparos nos pontos mais críticos, mas é preciso aguardar o fim da quadra chuvosa. 

Diálogo
“Temos que observar as condições climáticas para os reparos, porque não adianta começar em período chuva, seria enxugar gelo”, argumenta. “O Estado prometeu se empenhar para recuperar. Mas a preocupação também é nas estradas federais. O trecho Banabuiú-Quixadá, que é federal, está intrafegável”, menciona o parlamentar pedetista.

O deputado de oposição Nelinho Freitas (PSDB), eleito com o apoio dos eleitores de Juazeiro do Norte, alega ter procurado o Governo para tratar da crise nas estradas estaduais. Ele argumenta que tem protocolado requerimento na Assembleia Legislativa pedindo que os buracos sejam tapados. “Essa semana tenho reunião marcada com Nelson Martins (responsável pela articulação política do Governo) para resolver. Não é só no Cariri, mas em todo o Estado. Na estrada da Serra de Tianguá está precisando de reformas também”, pontuou.

Jeová Mota (PDT), que tem atuação política no município de Tamboril, alegou que duas equipes que estão trabalhando nas regiões de Santa Quitéria, Catunda e Morro Redondo são o resultado das solicitações feitas por ele ao Governo estadual. Segundo o pedetista, o Departamento Estadual de Rodovias também estará na próxima semana entre as regiões de Morro Redondo e Monsenhor Tabosa. “Os trabalhos começaram na semana passada. As depressões aconteceram depois dos períodos de chuvas no Interior”, disse.
Fonte: diariodonordeste.verdesmares.com.br
Rogilson Brandão

Rogilson Brandão

Nenhum comentário:

Tecnologia do Blogger.