Entenda a contusão de Vinicius Junior e as consequências imediatas para o jogador e o Real

Ruptura de ligamentos do tornozelo tira o atacante dos amistosos da seleção brasileira e de praticamente todo o fim de temporada europeia
Eliminado da Liga dos Campeões, da Copa do Rei e sem chances reais de título no Campeonato Espanhol, o Real Madrid já não tinha desafios a oferecer a Vinicius Junior nos últimos três meses da temporada. Paradoxalmente, poderia ser um cenário interesante para o brasileiro continuar mostrando sua evolução no time, sem ter de carregar nas costas um grupo em visível declínio atrás de um troféu para salvar o ciclo.

Convocado pela primeira vez para os amistosos da seleção brasileira contra Panamá e República Tcheca, Vinicius Junior será cortado pela CBF - o anúncio será feito após a entidade receber a informação oficial da lesão por parte do clube espanhol. Era a chance do camisa 28 do Real mostrar ao técnico Tite que pode estar na lista de convocados para a Copa América, em junho, no Brasil. A esperança, agora, é que o treinador aposte no jogador mesmo sem tê-lo visto em amistosos e ainda por cima voltando de uma lesão séria, sem muito tempo para recuperar ritmo.

Mesmo que volte no tempo previsto, Vinicius Junior só teria mais três partidas até o fim do espanhol, contra Villarreal, Real Sociedad e Betis, todos em maio. Sem o seu principal jogador no momento, o Real fará pelo menos nove compromissos pelo Espanhol em março e abril.

Mas veio a ruptura de ligamentos do tornozelo direito na humilhante goleada de 4 a 1 sofrida para o Ajax nesta terça, que custou a saída nas oitavas de final da Champions. É a lesão mais grave de Vinicius Junior, de 18 anos, há dois como jogador profissional. Embora o Real Madrid não revele prognóstico, o tempo de recuperação deve ser de dois meses, com base em casos semelhantes.

O terço final da Liga será decisivo para um Real em crise. Sem títulos na temporada, o time agora precisa se segurar ao que resta: evitar a humilhação maior de ficar fora da fase de grupos da próxima Liga dos Campeões da Uefa. No momento, a situação não é desesperadora. São quatro vagas para os espanhóis, e a equipe está em terceiro, com 48 pontos, oito acima do Alavés, quinto colocado. Se tudo der muito errado, Vinicius Junior voltará com a missão ingrata de evitar o desastre.

Fonte: globoesporte.globo.com
Rogilson Brandão

Rogilson Brandão

Nenhum comentário:

Tecnologia do Blogger.