Neymar: do PSG ao Real Madrid, os cenários para o craque depois de mais uma decepção na França

Na véspera do dia em que completa exatos dez anos de carreira, Neymar viu do lado de fora do campo o PSG ser eliminado da Uefa Champions League pelo Manchester United de forma inacreditável. Foi mais uma decepção no projeto ambicioso montado em torno do brasileiro.

Com mais um fracasso no torneio europeu, as dúvidas voltam a cercar o futuro do astro, sempre envolvido em inúmeras especulações. Em 2019/20, estará novamente com o PSG, tentando pela terceira vez o tão sonhado título da Champions? Retorna à Espanha? Real MadridBarcelona?

E se... Neymar ficar no PSG
Neymar chegou ao PSG em agosto de 2017, como contratação mais cara da história do futebol. Era o grande nome no projeto de um clube dominante na França que queria algo mais. Na Champions, porém, duas grandes decepções, com eliminações logo nas oitavas de final.

Para o camisa 10, a situação é ainda pior, já que tanto na última temporada, quanto nesta, Neymar ficou fora dos confrontos decisivos. Em 2017/18, esteve em campo na ida contra o Real Madrid, quando o PSG abriu 1 a 0 no Santiago Bernabéu, mas perdeu por 3 a 1. Na volta, estava lesionado.

Diante do Manchester United, uma nova lesão tirou Neymar dos dois confrontos, e o brasileiro viu da beira do campo o gol da eliminação. Depois, disparou contra a arbitragem nas redes sociais pelo pênalti polêmico marcado apenas com o auxílio do árbitro de vídeo – que definiu o revés por 3 a 1.

O PSG sempre deixou claro que não pensa em se desfazer de seu maior astro, por quem pagou tanto. O desejo de Neymar, no entanto, poderia pesar, como já foi em sua saída do Barcelona. Por outro lado, em suas declarações públicas, o craque sempre tentou mostrar-se feliz em Paris.

Outra questão para a equação é econômica. Como investiu pesado para contar com Neymar e também Kylian Mbappé, o PSG voltou a entrar na mira do fair play financeiro da Uefa. O clube precisa aumentar suas receitas para evitar sanções da entidade, e as vendas são uma saída.

E se... Neymar for para o Real Madrid
Se há um clube que não vê dinheiro como problema esse é o Real Madrid. O maior campeão do futebol europeu vive momento conturbado, e a próxima temporada será de total renovação. O presidente Florentino Perez sempre gostou de grandes contratações. E é fã de Neymar.
Em entrevista recente, o brasileiro admitiu que “qualquer jogador gostaria de vestir a camisa do Real Madrid” e acrescentou que “no futebol e no mercado, as coisas mudam rápido”. Na Espanha, a possibilidade disso se realizar é sempre destaque em jornais, mas só – ao menos por enquanto.

O cenário, ao menos, parece perfeito para uma contratação como a de Neymar no Real. Carente de um astro desde a saída de Cristiano Ronaldo, os espanhóis vivem sua pior temporada dos últimos anos, depois de uma eliminação também vexatória na Champions, com goleada em casa para o Ajax.

Em 2019/20, a promessa é de revolução total no Santiago Bernabéu, com grande renovação no elenco. Há lugar para uma estrela, para ser referência para jovens como Vinicius Jr. Neymar é sonho antigo de Florentino, mas nomes como Mbappé e Eden Hazard são outras fortes especulações.

E se... Neymar voltar para o Barcelona
Quando a possibilidade de se transferir para o Real era 100% palpável, Neymar ainda era um jovem jogador do Santos. O brasileiro preferiu o Barcelona e disse que realizava um sonho. Se não como grande protagonista, escreveu sua história no clube catalão. Poderia, então, voltar?

Essa é outra situação que é destaque constante na imprensa espanhola, embora todas as partes sempre neguem. Já houve notícias até mesmo de ligações do pai de Neymar para dirigentes do Barcelona pedindo pelo retorno do filho – novamente, algo desmentido pelos envolvidos.

Ao deixar a Catalunha, em 2017, Neymar pensou em ser protagonista e, realmente, colecionou bons números individuais na França. Em termos de desempenho, contudo, foi com a camisa do Barcelona que fez sua melhor temporada na Europa, com artilharia da Champions e top 3 na Bola de Ouro.
Fonte: http://www.espn.com.br/futebol/artigo/
Rogilson Brandão

Rogilson Brandão

Nenhum comentário:

Tecnologia do Blogger.