Uma pessoa morre em enchente no Crato; famílias são retiradas de área de risco

O Município registrou precipitação de 120 milímetros, entre a manhã dessa segunda e esta terça-feira, 19, segundo boletim da Funceme
Uma pessoa morreu na noite dessa segunda-feira, 18, durante enchente no município de Crato, distante 567 km de Fortaleza. De acordo com a rádio O POVO CBN Cariri, a Defesa Civil do município retira famílias de uma área de risco, no bairro Seminário, próximo ao canal do Rio Granjeiro, que transbordou com a forte chuva. 
Município registrou precipitação de 120 milímetros, entre a manhã dessa segunda e esta terça-feira, 19, segundo boletim da Fundação Cearense de Meteorologia e Recursos Hídricos (Funceme).

A chuva intensa teve ventos, trovões e relâmpagos. Carros chegaram a ser arrastados pela enchente. Com a principal fluente da região vertendo, um grande volume de lama invadiu a cidade. Uma parte da parede do canal, que já estava danificada, cedeu.

A Prefeitura Municipal do Crato informou que, logo após o volume de água baixar, as equipes da Limpeza Pública, Departamento Municipal de Trânsito, Infraestrutura e Defesa Civil iniciaram os trabalhos para a desobstrução e limpeza das áreas mais afetadas pela enchente. Ainda assim, permanece uma lama grossa no local que dificulta o trânsito.

A Prefeitura diz ter realizado medidas no canal do Rio Granjeiro para "garantir a segurança e bem-estar dos cratenses", como a recuperação de áreas danificadas e limpeza de toda a sua extensão.

"Infelizmente, o volume de água e a rapidez com que transbordou pegou a todos de surpresa", diz a nota. O prefeito Zé Ailton Brasil esteve no local e "se solidarizou com aqueles que tiveram alguma perda".
Rogilson Brandão

Rogilson Brandão

Nenhum comentário:

Tecnologia do Blogger.